Como montar uma esmalteria

Tendência do mercado de beleza, os salões especializados em serviços e tratamentos para as unhas é uma boa opção de negócio para quem quer investir pouco dinheiro.
9 de janeiro de 2020LEITURA DE 15 MIN

O mercado de beleza no Brasil cresce cerca de 10% ao ano segundo a Abihpec (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal e Cosméticos). Além de atrativo para quem começar uma empresa própria, o setor é bastante diversificado. Opções como montar uma esmalteria, segmento especializado em serviços para unhas, é uma das escolhas de negócio do ramo que precisam de pouco investimento financeiro inicial.

De acordo com o Sebrae, para tirar do papel a ideia de montar uma esmalteria de pequeno porte, em um espaço com a média de 50 metros quadrados e dois funcionários, é preciso desembolsar cerca de R$ 36 mil  – sem contar custos com imprevistos e o necessário capital de giro. Ainda segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, o faturamento mensal pode ir de R$ 5 mil a R$ 10 mil, enquanto o retorno do investimento acontece dentro de um ou dois anos.

Você sabe o que é uma esmalteria?

Uma esmalteria é um tipo de negócio segmentado dentro da área de beleza e cosméticos que tem como foco os serviços especializados em cuidados das unhas dos pés e das mãos, e, claro, do destaque para os esmaltes. Em alguns salões, além dos serviços, também é possível encontrar uma boa variedade de produtos relacionados às unhas, como fortalecedores e hidratantes.

O funcionamento de uma esmalteria é muito similar aos salões de beleza, com a diferença dos serviços oferecidos. Além dos tradicionais manicure e pedicure, é indispensável que o negócio faça unhas decoradas com desenhos, adesivos, carimbos e ofereça também serviços de esmaltação – que inclui lixar, hidratar e pintar as unhas –, tratamentos para unhas de gel, cuidados especiais com a cutícula, e francesinhas e inglesinhas.

Como montar uma esmalteria com pouco dinheiro: comece com um plano de negócios

Planejar é uma palavra-chave para todo e qualquer tipo de empresa. Por isso, o primeiro passo para saber como montar uma esmalteria é justamente criar um plano de negócios capaz de guiar o pequeno empreendedor em cada uma das etapas da abertura e nas grandes tomadas de decisões.

O documento deve conter informações sobre o mercado de atuação e previsões sobre o negócio, que incluem as partes de estrutura e de funcionários necessários para tirar a ideia do papel. Assim como a viabilidade financeira de abertura da empresa e qual será o capital de giro necessário. Para saber como montar uma esmalteria com pouco dinheiro, separamos dicas direcionadas ao setor: 

  • Escolha uma boa localização

Onde abrir um negócio é uma decisão que deve sempre ser tomada com muita pesquisa, porque a escolha será determinante para o crescimento e a sobrevivência no mercado! No caso das esmalterias, é possível oferecer os serviços em localizações muito diferentes, dos bairros mais comerciais aos totalmente residenciais.

É bom lembrar, porém, que a localização pode influenciar na definição do público-alvo, uma vez que os salões especializados em unhas costumam ser frequentados por pessoas que estão próximas ao local e não precisam de grandes deslocamentos para fazer as unhas do pé, das mãos ou comprar itens relacionados. 

  • Pesquise a concorrência

O mercado de esmalterias no Brasil cresceu bastante nos últimos anos. Por isso, mesmo que próximo ao local escolhido para abrir a sua empresa não tenham outras esmalterias, não deixe de pesquisar a concorrência. Informações sobre quem está competindo direta e indiretamente com o seu negócio, como quais são as estratégias de vendas usadas, serão úteis na hora de planejar a abertura da sua própria esmalteria. Mas não se esqueça que cada realidade é diferente: trace metas para se destacar, mas não vá além da capacidade financeira e da estrutura do seu próprio negócio.

  • Conheça as exigências legais

Entre as informações importantes na hora de saber como montar uma esmalteria estão as exigências da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que são consideradas as mesmas válidas para os salões de beleza.

De acordo com o órgão de fiscalização, além de estar devidamente regularizado, os estabelecimentos do ramo devem seguir as seguintes orientações em relação à higiene do local:

  1. Ter um local próprio para a lavagem de materiais
  2. Manter cadeiras e colchões de macas revestidos por material impermeável em bom estado de conservação
  3. Utilizar toalhas limpas, sempre lavadas após cada uso
  4. Estar limpo e organizado, com ventilação apropriada e circulação de ar
  5. Realizar a limpeza de qualquer outro acessório após cada uso
  • Invista em bons equipamentos e produtos

Para saber como montar uma esmalteria do zero é preciso ficar atento aos equipamentos necessários. A lista inclui itens específicos como carrinhos para esmaltes, prateleiras expositoras, cadeiras de manicures, espelhos e esterilizador de alicates, lixas de unha, além dos objetos gerais como bancos para espera dos clientes, computador para a recepção, maquininha de cartão e impressora fiscal.

Quanto aos produtos que serão usados durante os serviços prestados ou revendidos aos clientes, não deixe de pesquisar quais são os mais usados no momento de abertura da sua esmalteria. Ter no seu salão as melhores marcas é uma boa estratégia para conquistar mais clientes. Além disso, por se tratar de esmaltes, também é indispensável ficar de olho nas novidades do setor e nas tendências de cores. 

  • Escolha bons profissionais

Segundo o Sebrae, uma esmalteria de pequeno porte deve ter uma média de 3 a 4 funcionários, que incluem manicure, pedicure, recepcionista e gerente – que pode ser o próprio dono do negócio. Esse número, porém, vai depender do porte do salão. Se você está abrindo a empresa com pouco dinheiro e consegue ter apenas um funcionário, que fará junto com você o atendimento aos clientes, não desista. Com o crescimento da esmalteria e de acordo com a conquista e fidelização de clientes é possível aumentar o quadro de funcionários. 

É importante, porém, independentemente do número, escolher bons profissionais. Como eles serão responsáveis pelo tratamento direto com o cliente, devem seguir um padrão de qualidade especificado por você. Evite contratar com base em aproximação pessoal e foque nas qualidades e experiências profissionais da pessoa. 

  • Capriche na decoração

Fazer as unhas dos pés e das mãos é uma atividade que demora pelo menos 30 minutos. Como estamos falando de serviços ainda mais especializados, pode ser que o tempo seja maior. Por isso, é importante saber como montar uma esmalteria agradável para o público na questão da decoração, para que ele fique à vontade no espaço. Evite ter muitos móveis, que impeçam a circulação dos clientes.

  • Divulgue o seu negócio

Uma das estratégias indispensáveis para um negócio dar certo é fazer uma boa divulgação. Faça com que o seu público-alvo e outros interessados conheçam os serviços oferecidos pela sua esmalteria. Neste caso, é possível trabalhar com a entrega de panfletos próximo ao estabelecimento e, claro, com uma boa presença nos meios digitais.

Use e a abuse das redes sociais, mas lembre-se que nem sempre é necessário ter um perfil do seu negócio em todas as plataformas disponíveis. É importante descobrir onde está o seu público. Se ele estiver mais presente no Instagram, por exemplo, dedique-se à criação de conteúdos de qualidade para esta rede social, onde também é possível fazer sorteios e divulgar promoções. Capriche nas imagens para chamar mais atenção dos seus seguidores e mantenha uma boa frequência de posts para se dar bem com os algoritmos das plataformas. 

  • Ofereça “mimos” aos clientes

Um grande diferencial das esmalterias em comparação com os salões de beleza tradicionais também fica por conta dos “mimos” oferecidos aos clientes. Muitos negócios da área investem em comidinhas e bebidas para quem chega ao salão, como chás, cafés e até algumas bebidas alcoólicas como cerveja ou drinques. Além de ter a opção do cliente comprar esses itens, por que não oferecer uma unidade como brinde no momento em que o cliente chega ao seu negócio? 

Essas estratégias fazem parte de uma experiência completa que você pode oferecer para o cliente de uma esmalteria, mas devem ser muito bem planejadas e executadas com base na realidade financeira do seu negócio. Antes de colocar a mão na massa e oferecer pequenos agrados para os clientes, conheça o seu fluxo de caixa!

  • Fique por dentro das novidades do setor

Tendências são muito importantes no mercado de beleza e estética. Ficar por dentro das novidades e levá-las para a sua esmalteria é uma estratégia não apenas para conquistar e fidelizar clientes como também para não perder clientes para a concorrência. Procure se informar sobre as mudanças no setor, frequente eventos da área e se mantenha atualizado também com cursos ou especializações.

  • Aceite cartão

Como montar uma esmalteria sem oferecer opções de pagamento para os clientes? Estabelecimentos que recebem apenas em dinheiro podem facilmente perder vendas ou prestações de serviços para a concorrência, já que muitas pessoas já não andam mais com as notas no bolso. Além disso, os cartões de débito e crédito são seguros e funcionam como uma garantia de recebimento.

Algumas maquininhas de cartão, como a SumUp Top, são fáceis de usar e precisam apenas de uma conexão com celular para funcionarem. Dependendo do plano escolhido, é possível receber o dinheiro das vendas em até um dia útil diretamente na sua conta!

Pronto para tirar do papel a ideia de abrir uma esmalteria? Conte para nós a sua história!

Equipe Dono do Negócio

O Dono do Negócio é um blog feito pela SumUp para te ajudar a vender melhor.