Papo com especialista: dicas importantes de gestão financeira

Para o professor Paulo Tavares, da IBE Conveniada FGV, a organização financeira está presente desde a ideia de um negócio
LEITURA DE 5 MIN

O Dono do Negócio conversou com o professor de gestão e finanças da IBE Conveniada da Faculdade Getúlio Vargas para falar sobre a organização do dinheiro para quem está pensando em começar um negócio e para quem já está com a mão na massa. Confira:

Qual a importância da organização financeira para quem quer abrir um negócio? Organização financeira é importante quando pensamos em um negócio novo, porque ela é uma das partes principais do processo de maturação até que você consiga ter um rendimento que sustente o próprio negócio.

E qual o primeiro passo para organizar as finanças de um negócio novo? O dono do negócio deve ter uma reserva financeira pessoal para que ele consiga pagar as contas enquanto o negócio não está maduro o suficiente para dar retorno. Esse planejamento pode demorar algum tempo para acontecer, mas é importante que ele saiba que deve ter de um a dois anos de reserva financeira para pagar as contas até que o seu negócio tenha estabilidade.

O que a desorganização financeira pode trazer de negativo para um negócio? Um dos pontos mais difíceis do empreendedorismo brasileiro é trabalhar com crédito. Então, para que você tenha o financiamento dos seus fornecedores, precisa construir uma certa reputação no mercado e uma imagem de bom pagador, porque eles se conversam. Se você tem uma empresa que tem uma reputação financeira ruim, com má organização e que atrasa as contas, atrasa os boletos, eu não quero ser um fornecedor dela, porque eu também preciso pagar os meus fornecedores e manter a minha empresa aberta. Isso acaba colocando em risco todo o negócio e complicando a situação da minha empresa em curto e médio prazo.

A gestão financeira de uma microempresa pode ser feita pelo próprio dono do negócio? Como saber que chegou a hora de contratar um profissional para gerenciar as finanças? Enquanto a empresa ainda é pequena, é muito normal que os próprios donos façam a gestão financeira. Mas chega um momento que, com o crescimento do negócio, as atividades ficam cada vez mais intensas e acabam consumindo muito mais tempo do que antes, e ele deixa de focar em novos negócios para cuidar da parte burocrática. Esse é o momento de o dono entender que não pode mais cuidar com as próprias mãos da saúde financeira da sua empresa.

De olho na dica: “Coloque alguém de confiança para fazer esse trabalho, mas não confie 100%, porque, mesmo terceirizando essa mão de obra, o dono do negócio é o responsável jurídico e legal pela movimentação do dinheiro da empresa”

Qual a importância de ter um fundo para emergências? O fundo para emergências é importante para a empresa cobrir algum tipo de evento ou problema. É preciso ter muito claro qual é o nosso limite e o tamanho do nosso “colchão de segurança”, da nossa reserva financeira, para saber o quanto temos de flexibilidade dentro do mercado. Ou seja, ter um fundo de emergências em uma crise é um dos fatores de sucesso para a longevidade dos negócios.

Veja aqui 6 dicas para organizar o dinheiro do seu negócio

Equipe Dono do Negócio

O Dono do Negócio é um blog feito pela SumUp para te ajudar a vender melhor.