Marketing pessoal: o que é, dicas de como usar e como aprender

LEITURA DE 7 MIN

Marketing é importante para seu negócio crescer. Ele não deve conversar apenas com sua empresa, mas também com sua imagem pessoal. Afinal de contas, sabemos bem como, em pequenos empreendimentos, a imagem do empreendedor é diretamente relacionada com a do negócio. Por isso, precisamos conversar sobre marketing pessoal.

Mas, afinal, o que é marketing pessoal? Nada mais do que o ato de criar valor para sua própria imagem, como se fosse um produto.

Marketing não é sobre vender mais produtos para clientes, é sobre criar algo com os que seus consumidores vão se identificar. Falamos bastante sobre isso quando explicamos o que é e como criar marca.

No caso do marketing pessoal, a ideia é a mesma: você não está fazendo mera propaganda de si, mas criando valor para sua imagem e mostrando que é confiável, bom e seguro.

Se as pessoas acreditarem que o dono do pequeno negócio é alguém bom e confiável, acreditarão que o empreendimento também é. Mas, então, como fazer o marketing pessoal como aliado? Confira algumas dicas.

Dicas de como fazer marketing pessoal

Saiba quem você é

Você precisará se esforçar para passar uma imagem melhor do que a realidade. Mostrar força quando estiver cansado, sorrir quando estiver triste, parecer seguro quando estiver com medo. Mas, ainda assim, não poderá parecer ser alguém muito diferente de quem, de fato, é.

Para isso, será necessário um exercício de autoconhecimento bastante importante para reconhecer quais são suas virtudes, quais são as características pessoais que você possui e quais mais têm a ver com o seu negócio.

Se você forçar demais para parecer ser alguém que não é, isso não só te fará mal psicologicamente, como também poderá soar forçado e artificial para seus clientes.

Garanta que sua imagem tenha relação com a imagem de seu negócio

Algumas características são mais importantes para certos tipos de negócio. Se você é um médico ou um mecânico, por exemplo, o mais importante é transmitir confiança. Já se você é um vendedor, o principal é alegria.

É claro que isso não significa que o médico deve se preocupar apenas com a confiança e esquecer a alegria. Ou que o vendedor não deve parecer confiável. Significa apenas que, para algumas atividades, algumas características são mais evidentes que outras. Preste atenção em quais são as que fazem sentido no seu ramo.

Transmita positividade

Ninguém quer comprar nada de alguém pessimista ou triste. Afinal, o cliente pode sentir sua insegurança e acabar desistindo do produto.

Por pior que esteja seu dia, quando estiver lidando com seus clientes, coloque um sorriso no rosto e faça o possível para garantir que ele se sentirá bem com você.

Em situações extremas, se você sentir que não tem jeito, desmarque seus compromissos profissionais. E procure ajuda médica — afinal, a saúde mental é tão importante quanto a física.

Desenvolva algo único

Marcas são elementos que diferenciam seu negócio da concorrência. E, no caso do marketing pessoal, sua marca também é uma forma de te diferenciar de outros concorrentes.

O que você tem de único que pode te diferenciar de outros profissionais? É seu senso de humor? Seu cuidado com o cliente? Algum bordão que você usa? Investigue suas características exclusivas para conquistar o coração de seus consumidores.

Preste atenção à sua imagem

Em apenas 30 segundos uma pessoa tira várias conclusões sobre você apenas observando sua imagem. Seu tom de voz, sua postura, suas roupas e acessórios… tudo isso conta.

Portanto, vista-se e porte-se para parecer ser quem você quer ser. Pense como sua imagem conversa com as características que você quer passar e que têm a ver com seu negócio. Na imagem, cada detalhe conta.

Seja proativo

Sabe aquela frase do “quem não é visto, não é lembrado”? Ela é bastante verdadeira. Veja o que está fazendo e o que pode começar a fazer para chamar a atenção e conquistar novos clientes.

Se você é médico, talvez valha criar um blog e conquistar clientes pela internet. Se você é cabeleireira, uma ideia é fazer um workshop de beleza e mostrar para suas possíveis clientes que você tem conhecimento no assunto. Se você é mecânico, divulgue em suas redes sociais novidades sobre carros.

Utilize as redes sociais a seu favor

Um bom lugar para fazer seu marketing pessoal é na internet. Mas é também um ambiente que você pode queimar muito seu filme.

Por isso, se você tem clientes em suas redes sociais, tome muito cuidado com o que posta. Cheque as informações que está compartilhando para garantir que elas são verdadeiras; evite postagens com opiniões radicais; procure compartilhar conteúdo de qualidade relacionados a seu trabalho.

ASSUNTOS

Kaluan Bernardo

Jornalista e entusiasta do empreendedorismo. Orgulhoso participante do time da SumUp, que ajuda o pequeno a crescer.