O que vender durante a pandemia para ganhar uma renda extra

Máscaras, bolos e doces, pães caseiros e cosméticos são algumas opções para complementar a renda em meio à pandemia sem sair de casa
6 de julho de 2020LEITURA DE 12 MIN

Se você está em casa procurando o que vender durante a pandemia para ganhar uma renda extra, pode ter percebido a alta na procura de itens como as máscaras de proteção, por exemplo. Como este produto, existem algumas opções que podem ser produzidas e entregues sem que você nem o seu cliente quebrem o isolamento social, garantindo um complemento nas finanças com segurança.

Independentemente do produto e do setor que você decida investir neste momento, lembre-se de ter sempre um bom atendimento ao cliente. Afinal, mesmo à distância, os consumidores podem avaliar o seu negócio, e precisam ser conquistados para voltar a comprar! Além disso, como os itens não são adquiridos como em lojas físicas, onde o cliente consegue olhar o produto e escolher, é importante ser cuidadoso com detalhes como a embalagem e a forma de entrega! 

Quer começar a ganhar uma renda extra em meio à pandemia? Confira 8 produtos e serviços para oferecer de casa:

1. Máscaras

As máscaras de proteção contra o COVID-19 se tornaram obrigatórias em muitas cidades e estados do Brasil. Além de ser um item importante para proteger a todos ao sair de casa, a obrigatoriedade do uso pode fazer das máscaras uma boa opção de negócio para começar em casa e ganhar uma renda extra. 

Tutoriais na internet ajudam àqueles que nunca fizeram uma máscara de proteção. E, para divulgar, aposte nos possíveis clientes que estão próximos, como vizinhos e os comerciantes locais. Você também pode usar as redes sociais para vender e compartilhar os produtos. Como existe uma alta demanda, também é grande o número de ofertas. Tente criar um diferencial para as suas máscaras, como estampas diferentes ou até personalizadas para os clientes.

2. Serviços de costura

Além das máscaras, para quem tem uma máquina ou habilidades com a tarefa, oferecer reparos e outros serviços de costuras pode ser uma boa opção para complementar a renda em meio à pandemia. Também vale começar com a divulgação local, em seu condomínio e aos vizinhos do bairro, e depois utilizar a internet para vender mais. Com esta última opção, lembre-se de montar um esquema seguro de entrega e retirada das peças, sempre evitando ao máximo o contato físico! 

3. Marmitas

Com o esquema de home office adotado por muitas empresas durante a quarentena, existem pessoas que tiveram que readaptar a rotina, incluindo o hábito de fazer todas as refeições em casa. Mas nem todos gostam, sabem ou podem cozinhar diariamente, o que abre as portas para aqueles que querem investir em um negócio de marmitas com comida caseira

É possível escolher uma linha gastronômica para seguir, como a de comida saudável, fit, típica de uma região, ou até mesmo montar um cardápio de acordo com o gosto do cliente. Além disso, você também pode escolher trabalhar com refeições frescas entregues diariamente ou com marmitas congeladas para vender em grandes quantidades. Aposte em planos semanais ou mensais que sejam atrativos para os consumidores, tanto pela praticidade, quanto pela variedade de receitas e valores. Procure entender as necessidades do seu público-alvo!

4. Bolos e doces

Quem sabe fazer quitutes gostosos tem sempre a alternativa de prepará-los para vender. Neste momento, os bolos e doces em geral podem ser uma ótima solução para complementar a renda no final do mês. Pense naqueles clientes que estão passando o dia inteiro em casa, mas mesmo assim não têm tempo ou habilidade de preparar um docinho quando a vontade bate! Lembre-se de divulgar bem os seus produtos. Aposte nas melhores receitas e ofereça uma boa variedade, incluindo opções para aqueles com alergias alimentares

5. Pães caseiros

Ainda dentro do setor de alimentação, você deve ter percebido que muitas pessoas se aventuraram a fazer o próprio pão durante o isolamento social, certo? Que tal investir na moda e começar a produzir pães caseiros para vender? Essa pode ser uma solução para quem quer conseguir uma renda extra no final do mês com um único tipo de produto. Lembre-se de fazer uma pesquisa de público-alvo para entender se existe a procura próximo à sua casa ou até mesmo para começar a utilizar aplicativos de entrega e redes sociais para vender mais.  

6. Cosméticos

Revender grandes marcas de cosméticos ou produzir e oferecer produtos próprios sempre foi uma possibilidade de renda extra, e continua sendo uma boa oportunidade neste momento. Uma vantagem, é que a maioria desses itens são fáceis de armazenar e de entregar para o cliente. Para se destacar, você pode montar kits especiais e também focar em datas comemorativas, como os aniversários. Em produções próprias, é uma opção atrativa investir em setores ligados à sustentabilidade e aos produtos naturais, que não utilizam ingredientes com origem animal, por exemplo.

7. Desapega pela internet

Se você está em quarentena na sua casa, já pode ter parado para organizar o seu guarda-roupa, por exemplo. Que tal pegar peças e objetos que você já não quer mais e colocá-los para vender na internet? Está é uma forma de ganhar uma renda extra sem sair da quarentena.

8. Ensine o que sabe

Mesmo que você nunca tenha dado aula, a pandemia do novo coronavírus pode ser o momento ideal para começar a ensinar e ganhar uma renda extra. É possível vender o seu conhecimento em idiomas, na cozinha, em organização, ou em uma matéria específica, como linguagens de programação. Muitas pessoas montam as suas próprias apostilas e oferecem aulas online, por exemplo. Invista uma boa publicidade na internet e em boas avaliações para conquistar os clientes!

>> Faça a entrega diretamente na casa do cliente

Não importa o que você vai começar a vender para conseguir uma renda extra durante a pandemia, é indispensável pensar na forma de entrega diretamente na casa do cliente, para evitar que ele se desloque durante a quarentena. Além disso, oferecer delivery também vai fazer com que o seu negócio consiga atender mais pessoas e, consequentemente, vender mais. 

Você pode ter o seu próprio sistema de entregas se não quiser gastar muito. Caso tenha uma empresa pequena com poucos funcionários ou seja um microempreendedor individual, tente manter um ou dois dias fixos na semana, como segundas e quintas, por exemplo, para fazer pessoalmente as entregas. Com esses dias reservados, você mantém uma organização e vai à casa de muito mais clientes de uma só vez. Lembre-se de sempre informar o consumidor sobre o prazo em que ele irá receber o produto depois de fazer o pagamento.

Outra solução para oferecer o delivery para os clientes é usar os aplicativos que já trabalham com os entregadores, como Ifood, Rappi e UberEats. Com eles, o seu negócio pagará uma taxa e deverá se preocupar apenas com os produtos. Funciona assim: quando o cliente fizer um pedido, o motoboy vai até o seu endereço para retirar e fica responsável por todo o serviço de entrega!

>> Invista em uma boa divulgação

A maioria dos produtos para vender durante a pandemia podem ser oferecidos para clientes de diferentes localizações, não apenas para aqueles que estão próximos ao seu endereço. A facilidade dos aplicativos de entrega pode garantir essa expansão na área de atuação do seu negócio.

Porém, para que essa estratégia dê certo, é preciso fazer um bom trabalho de divulgação dos seus produtos e serviços. As redes sociais são ótimas plataformas para te ajudar a chegar a mais clientes. Faça um perfil no Instagram, caso o seu negócio seja bastante visual e tenha boas fotos para compartilhar. O Facebook também é outra ferramenta que oferece muitas possibilidades de venda para o pequeno empreendedor! 

Você já começou a vender produtos sem sair de casa para conseguir uma renda extra durante a pandemia? Conte para nós a sua experiência!

Equipe Dono do Negócio

O Dono do Negócio é um blog feito pela SumUp para te ajudar a vender melhor.