Capital de giro

LEITURA DE 4 MIN

Capital de giro é o dinheiro necessário para manter uma empresa funcionando. Ele é utilizado para atender as necessidades financeiras do negócio ao longo do tempo, como o pagamento de contas, reposição de estoque e reformas necessárias no espaço físico.

Quem abre um negócio precisa fazer dois tipos de investimentos: o primeiro é fixo, usado para comprar máquinas, móveis, utensílios e formalizar a empresa. O segundo é o capital de giro, usado para pagar as contas e demandas que surgem durante o funcionamento do negócio. Ele também é conhecido como “capital de trabalho”.

Como o próprio nome indica, está relacionado às contas que “giram”, ou seja, as que fazem parte da administração financeira da empresa.

Exemplo: Se você abre um pequeno serviço de entrega de pizzas no seu bairro, é preciso investir na compra de uma geladeira extra, utensílios, caixas de papelão e a mochila usada pelo entregador. Além desse investimento fixo, é preciso reservar um pouco de dinheiro para pagar as conta de telefone, água e luz, comprar novos produtos para o estoque, pagar o entregador, quitar impostos e assim por diante.

Quando a empresa está funcionando bem e se sustenta sozinha, o capital de giro não sai do bolso do empreendedor. Ele entra em caixa por meio das vendas de produtos e serviços.

Como calcular o capital de giro

O capital de giro é a diferença entre o dinheiro que a empresa tem disponível e a quantia que ela irá gastar com as próximas demandas, incluindo o pagamento de funcionários e o pró-labore (o “salário” do dono do negócio). Às vezes, o resultado pode ser negativo. Isso pode acontecer por dois motivos:

  1. A empresa está dando prejuízo e não terá dinheiro suficiente para pagar as próximas contas e comprar os produtos necessários.
  2. Os recebimentos previstos ainda não entraram em caixa. Provavelmente, muitos clientes fizeram compras à prazo ou não pagaram no dia combinado. Quando os pagamentos forem feitos, o saldo poderá ficar positivo novamente.

Sobra de dinheiro em caixa não significa que a empresa está no lucro, pois esse valor pode já estar comprometido com as próximas despesas. Administrar bem as finanças é muito importante para garantir que sempre haverá uma quantia reservada para quitar todos os pagamentos.

Equipe Dono do Negócio

O Dono do Negócio é um blog feito pela SumUp para te ajudar a vender melhor.