5 dicas para fazer o planejamento financeiro do negócio

LEITURA DE 7 MIN

Começo de ano é sempre uma boa e importante oportunidade para fazer o planejamento financeiro de seu negócio. Mas não deixe o nome te assustar: basta dedicar um tempinho para se organizar e preparar para o que virá e, assim, escapar de surpresas desagradáveis.

É claro que o planejamento depende do seu negócio, do seu momento e de suas particularidades. Mas há algumas dicas que valem pra todos que estejam em busca de organização e disciplina. Por isso elaboramos um pequeno passo a passo de boas práticas para planejar o seu negócio e crescer do jeito que sempre quis.

Dicas rápidas para um bom planejamento financeiro

1) Analise o que sabe e o que precisa aprender

Separe um dia e, com calma, analise como anda a vida financeira do seu negócio. Você tem claro o quanto está gastando com cada item? E o quanto está ganhando? No que gastou mais do que devia no ano anterior? O que poderia ter feito de diferente? Identifique todos os pontos que precisam de mais organização. Mas não precisa ficar procurando culpados ou inventando desculpas. É um momento seu, seja o mais sincero possível.

Feita a análise, anote tudo. Essas informações serão essenciais para procurar mais conhecimento. Faltou entender como organizar o fluxo de caixa? Ou precisa de dicas de gestão de pessoas? Ou ainda precisa mais de técnicas de venda? Procure aqui no Dono do Negócio: temos diversos artigos, mini guias e materiais para te ajudar.

2) Veja quais são suas prioridades

Agora é hora de estabelecer metas. Mas precisa colocar o pé no chão. Converse com colegas e com outras pessoas do seu segmento e veja como andam as coisas. Defina quais são os três objetivos mais importantes para seu negócio neste ano. Anote e deixe bem claro por que você acha tão importante — assim, em tempos difíceis, se lembrará quais são os objetivos dos quais não abre mão.

Com os objetivos estabelecidos, comece a elaborar um plano de ações. O que você acredite que precisa fazer para alcançar cada meta? Caso não saiba, volte ao passo 1 e veja o que precisará estudar.

3) Conte com a ajuda da tecnologia

Se quer que seu negócio cresça, já deve saber que não adianta ficar fazendo todas as contas apenas no papel e na caneta. É preciso se atualizar. Você pode montar uma planilha para organizar o seu fluxo de caixa, por exemplo. Não sabe o que é ou como fazer? Relaxa: ensinamos aqui.

Há alguns aplicativos, como GuiaBolso, Minhas Economias e Organizze que podem te ajudar nisso, mas todos são mais voltados a contas pessoais. Veja mais informações aqui.

Se seu negócio estiver em uma fase mais robusta, pode procurar por softwares de gestão financeira. Algumas opções são o Conta Azul, QuickBooks, Nibo, Granatum, Bkper e Xero. Veja mais detalhes aqui.

4) Economize pensando no longo prazo

A tecnologia ajuda, mas o controle das suas finanças depende de você. É necessário que você acompanhe tudo, mantenhas as informações atualizadas e veja o quanto entra e sai de dinheiro no dia, na semana e no mês.

Com esse controle será muito mais fácil saber o quanto pode investir em algo. Mas é aqui que você deve ser bastante focado e lembrar daquelas pautas que estabeleceu no começo. Analise se o investimento que você está pensando agora vai te aproximar ou afastar daquele objetivo. Não caia na tentação de ganhar algo e perder a oportunidade de ganhar algo muito melhor na frente.

5) Organize-se e separe direitinho as contas

Um dos maiores erros que qualquer empreendedor pode cometer é misturar as contas pessoais com as do trabalho. Não faça isso. Tenha um fundo para seu negócio — seja ele um carrinho de pipocas ou uma grande loja — e tire apenas o mínimo necessário para sua vida pessoal. O ideal é que você, desde o início, defina qual seu próprio salário e todo mês retire a mesma quantia para seus projetos pessoais.

Definir prioridades também será muito importante para identificar gastos desnecessários, que não agregam tanto a seus objetivos. Com isso você poderá cortar aqueles custos que não são lá tão essenciais para seu negócio.

Por fim, tome cuidado com a burocracia. Guarde bem todos seus documentos — tanto os físicos quanto os digitais. Tenha pastas no computador e em seu escritório; mantenha-os seguros e atualizados; deixe tudo bem nomeado. Isso te poupará tempo e muita dor de cabeça.

ASSUNTOS

Equipe Dono do Negócio

O Dono do Negócio é um blog feito pela SumUp para te ajudar a vender melhor.