Como começar um negócio com pouco dinheiro

Você quer empreender mas não tem muita grana para investir? Veja algumas dicas de como começar um negócio com pouco investimento
14 de agosto de 2019LEITURA DE 32 MIN

A tendência de começar um negócio próprio está crescendo, seja pelo desemprego ou simplesmente para realizar o sonho de ser seu próprio chefe. De acordo com o Relatório Executivo 2017 sobre Empreendedorismo no Brasil, produzido pelo Sebrae, 36% dos brasileiros adultos já são empreendedores. E ainda tem muita gente que tem vontade de empreender, mas não sabe como começar um negócio com pouco dinheiro

Hoje, ser empresário deixou de ser uma atividade exclusiva de quem tem muito dinheiro para investir e cada vez mais pessoas comuns estão empreendendo com um capital inicial baixo. 

Na era digital, até um celular pode funcionar como escritório, o que diminui muito as despesas para dar um pontapé inicial no seu próprio negócio. Além disso, está muito mais fácil se tornar um microempreendedor individual (MEI).

5 dicas de como abrir um negócio lucrativo com pouco dinheiro

1. Escolha o ramo de atuação

O primeiro passo para saber como começar um negócio com pouco dinheiro é definir seu ramo de atuação. Existem muitas ideias para começar um negócio com pouco dinheiro  em áreas diversas como alimentação, turismo, educação e revenda de produtos. 

O ideal é trabalhar com algo que você já saiba fazer ou que já tenha familiaridade. Desta forma, você reduz os custos com formação no início do seu negócio. Também é preciso ter em mente se o serviço ou produto que você oferece pode sofrer com a sazonalidade, ou seja, se é mais procurado em uma determinada época do ano do que em outras. Se este for o caso, é importante se planejar para não passar aperto nos períodos de baixa procura. 

2. Escolha do local  

Se seu negócio precisa de um ponto fixo, é muito importante analisar com cuidado antes de escolher o local. Esta escolha tem impacto direto no movimento do seu estabelecimento e nas vendas. 

É preciso conhecer o público da rua ou região em que você deseja se instalar. Quanto essas pessoas costumam gastar? Seu produto ou serviço faz sentido para elas? Sua faixa de preço está alinhada com os demais comércios da redondeza?

Os comércios já existentes na região também podem mostrar oportunidades. A proximidade com escolas e faculdades pode criar uma procura por docerias, lanchonetes e papelarias, por exemplo.

Como abrir um negócio lucrativo com pouco dinheiro pagando aluguel? O custo do ponto é um fator importantíssimo. O movimento no seu estabelecimento deve compensar o valor gasto mensalmente no estabelecimento.

Mas atenção: nem sempre o aluguel mais baixo é o mais apropriado! O valor de locação em áreas de comércio popular costuma ser mais baixo e o movimento da região é intenso. No entanto, uma loja de grife com preços altos provavelmente não terá sucesso nesta localidade, pois não cabe no orçamento das pessoas que frequentam o local. 

Por outro lado, um restaurante por quilo ou que sirva pratos-feitos pode se dar bem em uma área nobre por oferecer uma opção aos trabalhadores destas regiões onde a refeição costuma ser mais cara.

3. Pense na estrutura 

Qual é a estrutura mínima que o seu negócio precisa ter para funcionar? Nesta lista, entra desde espaço e maquinário até a energia elétrica e a linha telefônica.

Um salão de beleza, por exemplo, precisa ter uma área para espera, um balcão de atendimento e recepção, um banheiro e o espaço de trabalho, que deve acomodar confortavelmente clientes e funcionários. Além disso, tem equipamentos como computadores e secadores, utensílios como tesouras e alicates e materiais como xampus e esmaltes.

Já um bar ou restaurante precisa de mesas e cadeiras, uma cozinha bem equipada, garçons, cozinheiros,  comandas, computadores, pratos, copos, itens de decoração etc.

Como começar um negócio próprio não é fácil, ainda mais com pouco investimento, é muito comum que as empresas comecem funcionando com uma estrutura mínima para depois se expandirem. Esta é uma ótima dica de como abrir um negócio lucrativo com pouco dinheiro.

4. Planejamento e gestão

Segundo a pesquisa mais recente do Sebrae sobre a sobrevivência das empresas, realizada em 2016, apenas 23,4% dos negócios continuam abertos depois de dois anos. O levantamento mostra que um dos principais motivos para a falência é a falta de planejamento

Para não entrar para esta triste estatística, antes de abrir o seu negócio é fundamental aprender como montar um fluxo de caixa, entender a importância do controle de estoque e saber equilibrar custos e despesas

Embora para começar um negócio não seja necessário ter muito dinheiro, é essencial investir bastante tempo no planejamento para obter sucesso no longo-prazo.

Sobre como começar um negócio do zero, o Sebrae indica que o empreendedor se formalize. Por isso, coloque no planejamento toda a documentação e adequações burocráticas necessárias para o seu segmento de trabalho, como licenças e registros.

5. Divulgação

Você já deve ter ouvido aquele clichê de que o marketing é a alma do negócio, certo? E é verdade! Afinal, como começar um negócio do zero e ganhar clientes? Só com muita divulgação e criatividade.

Felizmente, hoje não faltam meios de fazer seu empreendimento ficar conhecido. E o melhor: muitos deles são de graça. 

Com mais de 120 milhões de usuários ativos no Brasil, o WhatsApp se transformou no meio de comunicação favorito no país. O aplicativo de mensagens pode ser um grande aliado na hora de vender.

Outro aplicativo que vem ganhando espaço e é muito usado pelas marcas é o Instagram. Com foco em fotos e vídeos, ele permite que as empresas anunciem seus produtos como se fosse uma vitrine virtual. Quer saber como começar um negócio no Instagram? Veja as nossas dicas aqui e venda muito mais!

O Brasil é o terceiro país no mundo com mais usuários do Facebook. A rede social conta com mais de 130 milhões de brasileiros e oferece diversas oportunidades de divulgação para o seu negócio. Não perca a oportunidade de impactar seus clientes por este canal.

É cada dia mais comum procurarmos tudo o que precisamos e queremos no Google. Por isto, esta ferramenta de busca se tornou praticamente indispensável para quem quer começar um pequeno negócio. Aqui você encontra três formas de usar o Google ao seu favor.

O ideal é marcar presença em todos estes veículos e investir em boas fotos que mostrem o potencial do seu produto ou do seu serviço. 

E, ainda que os meios mudem, a indicação dos clientes continua sendo importantíssima para aumentar as vendas. Por isso, capriche no atendimento e não tenha vergonha de pedir para a sua clientela fiel ajudar a divulgar seu trabalho nas redes.

Começar um negócio em casa: confira as vantagens!

Quando a grana para investir é curta, uma opção é transformar a casa em local de trabalho. Assim, você não precisa comprar ou alugar um estabelecimento para trabalhar. Começar um negócio em casa também é uma facilidade para quem quer ficar perto da família, especialmente para pais com filhos pequenos. 

Além disso, gera uma economia considerável em deslocamento ao cortar os gastos diários com passagem de transporte público ou gasolina e estacionamento. Comer em casa também costuma sair muito mais barato do que almoçar em restaurantes.

Uma das vantagens de usar a sua casa como sede da sua empresa é que você já tem uma estrutura montada e provavelmente não precisará ter despesas extras com mesas, cadeiras e internet para começar a trabalhar.

Quando pensamos em como começar um negócio em casa, imediatamente nos remetemos ao trabalho remoto, pelo computador. Mas outros tipos de trabalho também podem ser feitos no conforto do lar.

Por exemplo, se seu negócio é no ramo de alimentação, você pode utilizar os utensílios da sua cozinha e comprar apenas alguns itens específicos para facilitar a sua produção. O mesmo vale para quem deseja lavar e passar roupa para fora: dá para começar com o equipamento que você já tem em casa e ir investindo em melhorias com os lucros do seu negócio.

Como começar um negócio em casa: home office

Um erro comum de quem começa a trabalhar de casa, ou seja, faz o chamado “home office”, é não fazer uma separação clara entre o que é trabalho e o que é vida pessoal. Por isso, é aconselhável criar algumas barreiras entre uma coisa e outra.

  • Arrume um cantinho para trabalhar

Como diz o Dr. Drauzio Varella, cama é lugar de dormir, não de trabalhar. Uma das dicas para começar um negócio de casa é sempre levantar da cama e sentar em um lugar arrumado, ainda que pequeno. Procure organizar a sua mesa como se estivesse em uma empresa fora de casa, sem muitos enfeites que tirem sua atenção. Tente trabalhar sempre deste mesmo lugar. Isto ajudará seu cérebro a entrar no “modo de trabalho”.

  • Estipule horários

Quem trabalha de casa às vezes passa por este dilema: ou sente que trabalha o tempo todo ou sente que não está trabalhando nunca. Isto acontece porque os horários tendem a ficar muito soltos e é possível trabalhar enquanto assiste a uma série na TV, por exemplo. Isto pode prejudicar tanto seu lazer quanto seu trabalho. Planeje sua semana e, se possível, seus dias, dividindo o tempo a ser dedicado ao seu negócio e o tempo para suas coisas pessoais.

  • Entre no “modo de trabalho”

Além de estipular horários e arrumar um cantinho para se tornar seu escritório, existem outras dicas para seu corpo entender que, apesar de estar em casa, você precisa estar atento e ser produtivo. Anote aí:

  • Nunca trabalhe de pijama: isto não significa que você precisa se arrumar muito pra ficar em casa, mas é importante fazer ao menos este ritual de troca de roupa para se preparar para produzir.
  • Diminua as distrações: se possível, desligue a TV e o rádio e fique em um local silencioso.
  • Crie rituais: pode ser tomar uma xícara de café, meditar ou colocar os fones de ouvido e ouvir uma playlist para se concentrar, o que conta é entender este hábito como “hora de trabalhar”.
  • Aprenda o básico de informática

Como começar um pequeno negócio em casa quase sempre significa que você ficará responsável pela parte burocrática da empresa. É importante aprender a usar os recursos do computador para fazer planilhas, criar pastas de documentos e gerar Notas Fiscais. Também é importante saber usar a internet: um bom conhecimento de redes sociais e uso de e-mail podem fazer a diferença na relação com os clientes.

Dicas de como começar um negócio na internet

Muita gente tem o sonho de ganhar dinheiro sem sair de casa, mas como começar um negócio na internet ainda é algo que gera muitas desconfianças, vamos dar algumas dicas! 

Como começar um negócio online é muito mais barato do que abrir uma loja física, este setor vem crescendo a cada ano. Segundo a E-Commerce Brasil, as vendas online cresceram 23% no primeiro trimestre de 2019.

Antes de pensar em como começar um negócio na internet, você precisa de algum aparelho, de preferência um computador (embora muita coisa possa ser feita pelos smartphones), e de uma boa conexão com a internet, é claro. 

1. Pesquise muito

Evite ficar deslumbrado com a possibilidade de ganhar muito dinheiro com pouco trabalho: estes anúncios costumam ser uma grande furada. Antes de investir em um negócio pela internet, faça pesquisas no Google para saber a reputação da empresa e, se possível, converse com pessoas que já atuam ou atuaram naquele segmento. 

2. Não demore demais

Em entrevista ao portal da revista Exame, o CEO do iFood Felipe Fioravante aconselha novos empreendedores da internet a lançar o produto com as funcionalidades básicas e ir melhorando o serviço de acordo com a resposta dos clientes.

3. Foco no usuário

Você provavelmente já fez uma compra ou contratou um serviço pela internet e sabe o quanto a sua experiência como usuário define se você voltará a fechar negócio com aquela empresa ou não. Se coloque no lugar do seu possível cliente e ofereça informações claras, sem muitos asteriscos e com um canal de atendimento que resolva os problemas que ele venha a ter.

4. O offline também é importante

Não adianta nada o serviço online estar perfeito se houver problema na hora da realização do pagamento ou da entrega. Procure fazer com que toda a experiência do seu cliente seja prazerosa. Assim, além de voltar, ele provavelmente vai te indicar para os amigos.

Algumas ideias de como começar um negócio com pouco dinheiro na internet

Na internet se pode vender de tudo, desde produtos virtuais, como cartilhas e apostilas, a artesanatos e até produtos usados.

Se você tem uma boa biblioteca em casa e quer vender os seus livros, por exemplo, é possível criar um perfil de vendedor no Estante Virtual. Este é um bom exemplo de como começar um negócio sem dinheiro.

Mais usada para venda de produtos artesanais, como canecas e camisetas, a Elo7 funciona como um shopping virtual em que cada vendedor tem a sua própria loja. (Se você gostou da oportunidade e quer saber como começar um negócio de artesanato, leia abaixo nossas sugestões de máquinas para começar um pequeno negócio).

Outras plataformas são conhecidas pela imensa variedade de produtos que se pode encontrar, como o Mercado Livre e a OLX — neste último é possível anunciar desde eletrodomésticos até imóveis. 

Uma excelente opção de negócio na internet é fazer revenda de produtos, uma atividade que hoje pode ser feita 100% online. Na SumUp, por exemplo, os consultores ganham um link pelo qual os clientes fazem a compra e a empresa se encarrega da entrega. Ou seja: você lucra sem dor de cabeça!

Quer saber como começar um negócio de marmitex? A internet pode ser a plataforma perfeita! Procure cadastrar seu empreendimento em aplicativos de delivery como UberEats, Rappi e James. Desta forma, você não precisa contratar um entregador e ganha muita visibilidade!

Máquinas para começar um pequeno negócio

Que tal montar a sua própria indústria? Existem algumas máquinas para começar um pequeno negócio que podem caber no seu orçamento!

  • Estampa em canecas

Quer descobrir como começar um negócio de lembrancinhas? Canecas personalizadas são ótimos presentes de aniversário e para datas comemorativas, como Natal, Dia dos Namorados, Dia dos Pais e Dia das Mães. Há muitas destas máquinas no mercado, como este Kit Sublimação em Canecas + Impressora Sublimática da Erison, disponível em lojas como a Amazon a partir de R$ 1.700. 

  • Máquina de estampas multifuncional

Para quem tem um orçamento um pouquinho maior, esta prensa técnica é uma boa pedida. Além de estampar canecas, ela também faz estampas em camisetas, bonés e até em azulejos e chinelos. É possível encontrá-la em lojas como as Americanas.com a partir de R$ 3.289. Esta é uma boa dica de como começar um negócio de personalizados!

  • Gravatas e laços de pet

Esta é uma das máquinas para começar um pequeno negócio que atende a um dos segmentos da economia que mais cresce: o dos pet shops. Com esta máquina da Ibramac é possível produzir lacinhos e gravatinhas de pet para vender em lojas especializadas ou pela internet. Ela custa em média R$ 2.300.

  • Máquina de massa

Se você quer saber como começar um negócio de comida, a resposta pode ser esta Máquina Misturela 22 litros da Progás! A procura por produtos frescos vem crescendo e, se você tiver uma boa receita de massas de macarrão, esta pode ser sua chance de começar um pequeno negócio com pouco dinheiro. Ela é vendida a partir de R$ 2.772,39 em lojas como a Magazine Luiza

Veja como começar um negócio de doces 

Você faz bolos e doces incríveis e todo mundo fala que você deveria viver disso? Realmente, sempre haverá lugar no mercado para quem tem receitas incríveis de bolos, tortas, brigadeiro, beijinho e outras guloseimas! Agora, como começar um negócio de doces?

Assim como começar um negócio de quentinhas, para começar um negócio de doces uma boa opção é estar presente em aplicativos e sites de delivery. Faça fotos apetitosas para deixar os possíveis clientes com água na boca (e use as imagens para divulgação nas redes sociais!).

  • Como começar um negócio de doces: bolos

Todo mundo ama bolos, não é mesmo? E existem bolos de todos os tipos: confeitados, recheados, secos, inteiros ou em pedaços. Para começar um negócio de bolo no pote, por exemplo, é interessante vender próximo a locais comerciais, de preferência em um ponto vizinho a restaurantes que sirvam almoço. Seu bolo pode se tornar a sobremesa cativa do pessoal!

Já para bolos confeitados, é interessante montar um portfólio com fotos dos bolos na internet. Mas atenção: além de lindos, eles precisam ser deliciosos! Este é um tipo de negócio que cresce muito com a indicação dos clientes, então tenha atenção no atendimento, entregando sempre o que foi prometido no prazo estipulado.

Bolos secos, recheados ou com cobertura tem grande procura no café da manhã ou no café da tarde. Uma boa forma de vendê-los é próximo a pontos de ônibus e estações de trem e metrô nos horários de entrada e saída do trabalho. Outra opção é vender seus bolos para padarias e mercados.

Estas são opções para começar um negócio próprio com pouco dinheiro! Mais para frente, se você tiver sucesso nesta empreitada, pode abrir uma loja ou até uma franquia, como a Sodiê.

  • Como começar um negócio de doces para festas

Você sabia que no Brasil nascem quase 3 milhões de bebês todos os anos? Sabe o que isso significa? Que o mercado de doces para festas continua bombando! E, como sabemos, não é só nas festas de criança que têm docinhos, né? Então, se você quer saber como começar um negócio de doces para festas, é porque você está antenado nas oportunidades. 

Mas, é claro, se a demanda é grande, a oferta também é. O importante é que o seu produto tenha um diferencial. Por exemplo, você pode aprender a decorar os docinhos de acordo com o tema da festa, fazer docinhos de sabores inusitados ou docinhos com produtos de qualidade superior. O que vai definir o seu sucesso quando você começar um negócio de doces para festas é a memória que o cliente terá do seu produto e do seu serviço.

Como começar um negócio de roupas

Como começar um negócio com pouco dinheiro na área da moda é algo desafiador, separamos algumas dicas que podem te ajudar a lucrar! Veja aqui como começar um negócio de roupas!

O primeiro passo é definir o seu público-alvo. Que tipo de roupa você quer vender? Masculina ou feminina? Adulto ou infantil? Populares ou de grife? Novas ou usadas? 

Procure comprar as peças diretamente do fabricante para conseguir preços melhores e, consequentemente, aumentar sua margem de lucro. 

Algumas cidades são pólos de confecção de roupas e conhecidas por seus preços baixos. Às vezes, compensa ir até um destes pólos mais próximos para montar seu estoque. Mas cuidado: os gastos com passagem, alimentação e hospedagem devem ser contados na hora de analisar se a viagem vale ou não a pena.

Há diversas formas de vender roupas. A mais tradicional é em lojas físicas. Aqui, cabe repetir a nossa dica sobre a escolha da localização: o estabelecimento deve ficar em uma área que seja condizente com os produtos que você oferece e os preços que pratica, além de um aluguel que não coma seu lucro. As lojas físicas, sejam de roupas novas ou brechós, precisam de vendedores, provadores, uma boa iluminação, vitrine, cabideiros e, em alguns casos, manequins. 

Ainda nas lojas, um fenômeno recente que vem ganhando força são as lojas coletivas. Nelas, você expõe seus produtos e pode ou não estar presente para fazer a venda, já que o aluguel do espaço inclui provadores e um caixa para os pagamentos. 

Como começar um negócio de roupas pela internet

Se você se pergunta como começar um negócio de venda de roupas pela internet, a palavra chave é divulgação. Portanto, capriche nas fotos. É interessante investir em um fotógrafo profissional e usar modelos de verdade ou manequins para mostrar o caimento das peças.

Além de cativar o público nas redes sociais, monte uma loja online (ou até mais de uma). Plataformas como Loja Integrada, Wix Stores e E-Com.Club são algumas dos mais conhecidas.

Dica de ouro para todo pequeno negócio: aceite cartão!

Quanto mais facilidades você oferece para o cliente, maior é a chance de ele comprar. Então, não perca vendas por não aceitar cartão. 

A maquininha SumUp Top é uma opção prática e acessível para aceitar pagamentos com cartão de débito ou crédito. Ela é pequeninha, portátil e se conecta ao seu celular. 
Com a SumUp Top você não precisa esperar para receber pelas suas vendas. Com o plano antecipado, seu dinheiro cai na sua conta em apenas 1 dia útil e com a menor taxa do débito do mercado, só 1,90%!

Equipe Dono do Negócio

O Dono do Negócio é um blog feito pela SumUp para te ajudar a vender melhor.