Como se tornar um revendedor de joias e semi-joias

LEITURA DE 9 MIN

Revender joias e semi-joias pode ser uma ótima forma de complementar renda ou mesmo de começar seu próprio negócio. Afinal de contas, o mercado é imenso. Pesquisas indicam que, no mundo, a indústria das joias poderá movimentar € 250 bilhões até 2020 — crescendo 5% a 6% ao ano.

Mas, embora o mercado seja grande e repleto de oportunidades, é necessário tomar uma série de cuidados e planejamento, como em qualquer negócio. Por isso, fizemos esse pequeno guia com dicas e cuidados para revender joias e semi-joias ganhando dinheiro. Confira:

Dicas para revender joias e semi-joias

1) Conheça seu público

Não adianta partir de estereótipos ou apenas ouvir alguns conselhos de pessoas próximas. Você tem que conhecer de verdade sua clientela. Responda perguntas como:

  • Qual a renda média do público?
  • Que lugares eles frequentam?
  • Por que eles consomem joias ou semi-joias?
  • Em que contexto eles estão dispostos a gastar?

Esse tipo de questionamento será essencial para você conseguir planejar ações e saber onde investir seu tempo e oferecer peças que realmente agreguem valor para eles.

2) Procure formas diferentes de vender joias e semi-joias na internet

Ir de porta em porta ainda pode ser útil, mas há muitas outras formas, principalmente na internet, de vender e atingir mais pessoas. Saber investir nelas é essencial para o sucesso do seu negócio. Veja algumas

  • Grupos de Facebook. Alguns são fechados e precisam de autorização, outros são abertos, mas têm certa moderação. Garanta que você sempre lerá as regras de uso do grupo e as respeitará — afinal, com certeza não quer ser expulso de nenhum deles, certo? Hoje, o Facebook inclusive tem recursos especiais para grupos de vendas, permitindo que as pessoas entrem em contato com os vendedores mais facilmente, seus produtos fiquem expostos a mais pessoas e você ainda consiga negociar com mais facilidade.
  • WhatsApp e email. Sempre nos grupos, em suas campanhas ou quando conversar pessoalmente com alguém interessado no seu trabalho, peça seu contato — principalmente email e WhatsApp, que funcionam bem para enviar recados. Use esses canais para tirar dúvidas, avisar de promoções e avisar de novos produtos.
  • Instagram. Para quem vende e revende joias e semi-joias, o Instagram é um canal poderosíssimo. Como é uma rede social voltada para images, você precisa tomar um cuidado especial em apenas postar imagens muito bonitas, relacionadas a seus produtos, e que despertem desejo por eles. Não se esqueça de usar o stories também, com momentos do dia a dia e apresentado os produtos. Não se esqueça que esse também é um canal comunicação e lembre-se de responder sempre.

3) Escolha bem seu fornecedor

Analise a qualidade do produto, veja se é possível revender em diferentes canais, analise qual a margem de lucro que é possível ter, procure por marcas que estão no mercado há bastante tempo, leve em consideração qual o investimento mínimo para começar o negócio.

Marcas para revender semi-joias

Francisca Joias

A Francisca Joias, apesar do nome, oferece apenas semi-joias. Eles não tem critérios para revenda. Basta fazer sua primeira compra no valor mínimo de R$ 1.500 diretamente no site deles. Ao afirmar que é para revenda, você recebe desconto de 40% (que será sua margem de lucro). Os produtos são feitos com material antialérgico e tem seis meses de garantia.

Neriah

A Neriah também vende semi-joias e por preços de atacado. O valor mínimo para uma compra é de R$ 400 e eles parcelam em até quatro vezes sem juros. Quem comprar à vista, pagando em depósito, ganha 10% de desconto. E a frete é gratis para compras acima de R$ 999.

Ralifla

A Ralifla éuma empresa de semi joias com 30 anos de mercado e tem alguns aspectos interessantes. O primeiro é que não exige valor mínimo de compras para revenda: você só paga o que vende (e tem lucro de 40%). Dependendo do valor, a frete é cortesia. Outra vantagem é que eles permitem você criar seu mostruário e revender pela internet.

Herreira

A Herreira se destaca pelos desenhos de seus produtos e por lançar novidades o tempo todo. Eles não revelam se há necessidade de um investimento mínimo, nem qual a margem de lucro possível. Mas são uma marca com bastante presença na internet, com um aplicativo especial para as semi-joias, canal no YouTube e presença na imprensa.

Linda Bela

Com 8 anos de mercado e sede em São Paulo, a Linda Bela oferece uma coleção constantemente atualizada, produtos antialérgicos e um ano de garantia contra defeitos de fabricação. Para revendedores eles dão descontos de 50%, que entram como margem de lucro. O pedido mínimo é de R$ 300 e o pagamento pode ser feito em três vezes sem juros no cartão de crédito ou à vista no boleto. Para compras acima de R$ 600, o frete é grátis.

Rommanel

A Rommanel é uma das mais conhecidas empresas que permitem a revenda de joias. Com mais de 200 mil consultores, eles garantem material de apoio, boas margens de lucro e flexibilidade para ser dono do seu próprio negócio.

4) Aceite cartão

Uma máquina de cartão também é essencial. Afinal, nem todos  vão ter dinheiro para comprar à vista, ou irão andar com muitas notas em papel — principalmente para comprar algo mais caro. Por isso, conte comas máquinas da SumUp, responsável pelo Dono do Negócio. Elas não têm aluguel, contam com as melhores taxas do mercado e são ótimas. Para quem é nosso leitor, há desconto de 5%. Basta clicar na imagem abaixo:

Equipe Dono do Negócio

O Dono do Negócio é um blog feito pela SumUp para te ajudar a vender melhor.