Quer saber como montar uma sorveteria? Confira 15 dicas para tirar sua ideia do papel

Com um bom planejamento, não é preciso investir muito dinheiro para abrir sua própria loja de sorvetes!
6 de fevereiro de 2020LEITURA DE 25 MIN

Em um país de clima tropical como o Brasil, onde em alguns Estados faz calor quase o ano inteiro, investir em uma sorveteria é uma ótima opção de negócio. E, o melhor, é que é possível tirar a ideia do papel mesmo com pouco dinheiro, dependendo do tipo de estabelecimento e do que será oferecido no cardápio. 

O principal produto de uma sorveteria, é claro, é o sorvete, que pode ser preparado na casa ou comprado de fornecedores – sejam aqueles de massa, para comer em potinho e servidos em bolas, ou os famosos picolés. Mas outros produtos, como água, refrigerante, sucos, vitaminas, bolos e doces em geral também podem fazer parte do menu de uma sorveteria.

Oferecer outras opções no cardápio além dos sorvetes pode garantir que o estabelecimento tenha movimento o ano todo. Não que as guloseimas geladas sejam procuradas pelos brasileiros exclusivamente no verão, mas com mais itens à disposição do cliente as chances das vendas não caírem nas estações mais frias pode aumentar! 

Tipos de sorveterias

Aquele estabelecimento tradicional, que vem à mente quando pensamos em uma sorveteria, com mesas e cadeiras e uma sequência de geladeiras guardando diversos sabores em potes grandes, não é o único modelo de negócio para quem quer vender sorvete. Conheça outras possibilidades:

  • Distribuidor com pontos de vendas

Se a sua ideia for abrir uma fábrica de sorvetes, você pode investir em um espaço para a produção dos gelados e pensar em diferentes tipos de pontos de vendas. As geladeiras que ficam em estabelecimentos como bares e restaurantes, por exemplo, podem ser uma opção. Além disso, em regiões de praias, são comuns aqueles carrinhos que ficam circulando com picolés pela areia. 

  • Franquias

Também não faltam opções de franquias de sorvetes para quem quer investir em um negócio com plano de ações pronto. Opções como IceMellow, Chiquinho Sorvetes, Stuppendo e Rochinha Sorvetes são bem conhecidas no mercado. 

  • Máquinas de sorvete expresso

Você já deve ter visto aquelas máquinas de sorvetes de massa vendidos principalmente em casquinhas. Normalmente com pouca variedade de sabores, essa é uma opção de negócios para quem não vai abrir um ponto fixo, mas pode negociar um espaço dentro de outro estabelecimento, por exemplo.

Tipos de sorvetes

Na hora de planejar como montar uma sorveteria de sucesso, é preciso conhecer os tipos de sorvetes mais comuns atualmente no mercado:

  • Artesanais: em alta com a procura de produtos mais naturais no setor de alimentação, são considerados sorvetes artesanais aqueles feitos com ingredientes frescos no próprio local de venda. 
  • Industrializados: os tradicionais sorvetes industriais são aqueles preparados com misturas pré-prontas, que conseguem ficar mais tempo em estoque porque levam ingredientes como essências, corantes e aromatizantes artificiais.
  • Veganos: uma categoria de sorvete que não leva nenhum produto de origem animal em sua composição.
  • Sorvete no palito (picolé): artesanais, industriais, de fruta ou cremosos, quase todos os tipos de sorvetes podem ser vendidos também como picolés. No palito, o cliente pode apenas pegar, pagar e consumir.
  • Gelatos: no Brasil, os gelatos são diretamente relacionados aos tipos italianos de sorvetes. Embora muitas sorveterias usam apenas o nome para chamar a atenção de clientes, tradicionalmente o gelato e o sorvete têm diferenças no modo de preparo, que incluem quantidade de açúcar e gorduras, por exemplo.
  • Soft: normalmente vendidos em maquininhas de sorvete expresso, esse tipo de doce é muito conhecido em grandes marcas de fast food, como Mcdonald’s e Bob’s. 
  • Sorbet: o nome indica os sorvetes apenas com água – nada de gordura como leite no preparo. Normalmente seguem sabores mais leves e frutados, mas isso não impede que o produto tenha uma cremosidade natural.

Pronto para tirar do papel a sua ideia de montar uma sorveteria com pouco dinheiro? Confira as 15 dicas que o Dono do Negócio separou para você: 

  • 1. Monte um plano de negócios

O primeiro e mais importante passo na hora de decidir ser o dono da própria sorveteria é montar um plano de negócios completo e eficiente. O documento, que vai reunir informações sobre a viabilidade, a estrutura e o mercado, funcionará como um guia para o empreendedor tomar boas decisões ao longo da jornada de abrir a própria empresa.

Um bom plano de negócios deve ter uma pesquisa de mercado, com dados sobre o dinheiro necessário para tirar a ideia do papel, características da empresa – como quantidade de funcionários, definição dos produtos que serão oferecidos, quem serão as principais empresas que competirão pelos mesmos clientes e previsão de retorno do investimento inicial. 

  • 2. Conheça muito bem a concorrência

Parte importante do plano de negócios, a pesquisa e análise da concorrência será usada em outros momentos pela sua empresa, como quando você for montar estratégias de marketing. Por isso, conhecer muito bem aqueles estabelecimentos que competirão com a sua sorveteria é importantíssimo. 

Além de saber quem são seus concorrentes diretos e indiretos, vale se aprofundar em detalhes como a maneira em que eles conversam com os consumidores, a frequência e tipo de atuação em redes sociais e quais promoções eles costumam fazer. Com algumas informações, é possível entender porque clientes frequentam a concorrência e fazer com que o seu negócio também seja atrativo para o mesmo público.

É importante entender que nem tudo que um concorrente pratica será bom para o seu negócio. Leve em consideração as particularidades de cada empresa, como tamanho, número de funcionários, tempo de atuação e, claro, fluxo de caixa. Apesar disso, é possível aprender com a concorrência, usando o chamado benchmarking para pegar as melhores práticas de empresas de um mesmo setor e turbinar as suas próprias estratégias.

  • 3. Escolha a melhor localização

Na hora de descobrir como montar uma loja de sorvete você irá se deparar com uma das decisões mais importantes para o negócio dar certo: a localização. Para abrir uma sorveteria, o endereço ideal é aquele com grande fluxo de pessoas e com boa iluminação durante o fim de tarde e à noite. 

As sorveterias podem ser mais procuradas em localizações próximas a pontos de lazer, como parques, praças, praias, centros esportivos ou dentro de shoppings nas grandes cidades. Isso porque o produto é bastante associado, além de uma boa sobremesa, à hora de recreação e de passeios. 

Mas lembre-se que a escolha de um ponto fixo também deve ser decidida com base na sua capacidade financeira. É possível começar com um espaço pequeno, por exemplo, e, conforme o negócio for crescendo, expandir ou abrir novas unidades da sorveteria. Conte os gastos mensais com os aluguéis, mas também as despesas pontuais com possíveis reformas.

Segundo o Sebrae, um espaço de aproximadamente 60 metros quadrados pode ser suficiente para uma pequena sorveteria. Leve em consideração que dentro de espaços comerciais como shoppings, as mesas e cadeiras poderão ficar em um espaço fora da loja, mas em endereços de rua o ambiente deverá ter espaço para que os clientes fiquem confortáveis. 

  • 4. Defina um público-alvo

Você conhece alguém que não gosta de sorvete? Embora essas pessoas existam, elas certamente não são muitas. Por isso, é comum pensar que uma sorveteria não precisa definir um público-alvo, afinal, todos que gostam da guloseima são potenciais consumidores. 

Mas a definição do seu principal cliente é indispensável para montar estratégias de marketing, por exemplo. E a própria escolha do público-alvo será influenciada – ou influenciará – outras decisões importantes, como o endereço da sua sorveteria e até mesmo o preço de venda dos produtos.

Faça um recorte do seu público-alvo. É possível ter como alvo os revendedores de sorvete caso você abra uma fábrica. Se a ideia for abrir uma sorveteria tradicional, responda perguntas como: qual a idade dos clientes que frequentarão o seu estabelecimento? Quais tipos de sorvetes eles mais consomem? Onde essas pessoas moram?

  • 5. Pesquise bem seus fornecedores

Escolher bons fornecedores é importante para quem vai comprar sorvete pronto, fazer a partir de ingredientes industrializados ou ter receitas próprias artesanais com feitas com produtos frescos. Qualidade, preços competitivos e comprometimento com entregas são três características que não podem faltar em qualquer fornecedor do seu negócio.

Por isso, a ideia é pesquisar bastante entre os fornecedores do mercado, conhecer quais atendem a concorrência e entender por que eles foram escolhidos, falar com outros empreendedores que usam os serviços e, claro, negociar muito. Não tenha medo de pedir descontos e melhores formas de pagamento das matérias-primas ou mercadorias.

  • 6. Saiba quais são as exigências legais para abrir uma sorveteria

Estar dentro da lei é uma obrigação para qualquer empreendedor que decide abrir uma sorveteria em todos os cantos do Brasil. Embora algumas normas possam mudar de acordo com a localização, muitas delas dizem respeito a todos as lojas de sorvete por estarem dentro do setor de alimentação.

Algumas normas técnicas também deverão ser cumpridas por todas as sorveterias – com especificações diferentes para aquelas que produzem o próprio sorvete – que incluem desde a segurança de alimentos e as boas práticas sanitárias e de higiene, até definições gerais de estruturas, como uso de extintores de incêndios e padrões de instalações elétricas e de água no estabelecimento.

Além disso, também é muito importante que o dono do negócio conheça os principais pontos do Código de Defesa do Consumidor, onde estão as normas que garantem direitos tanto aos clientes – considerados sempre a parte mais vulnerável em uma situação de compra e venda – como também dos empreendedores. 

  • 7. Tenha um bom controle de estoque

Dentro de uma sorveteria ou de uma fábrica de sorvetes é importante ter um bom controle de estoque no dia a dia. Essa dedicação impedirá que você perca dinheiro por não conseguir atender clientes por falta de produtos e que a sua sorveteria acabe com um estoque parado de algum sabor ou tipo de sorvete que não agradou muito a clientela.

Alguns aplicativos de gestão de estoque são uma “mão na roda” para o pequeno empreendedor que está começando o seu negócio próprio. Com eles, é possível manter uma base de dados de todos os produtos ou matérias-primas presentes no estoque e receber alertas quando esses itens estiverem próximos de acabar.

  • 8. Capacite seus funcionários

Ter uma equipe bem treinada com cada uma das atividades e alinhada com os valores e missões de um negócio é um dos segredos do sucesso. Afinal, muitas vezes são os funcionários que farão o primeiro contato com os clientes e todo o atendimento que deve ser excepcional para que o consumidor saia satisfeito, volte e conte a experiência que teve para outras pessoas. 

É possível descobrir como montar uma mini sorveteria sem a presença de funcionários, claro. Mas as divisões de tarefas desse modelo de negócio demandam mais de uma pessoa para dar conta do dia a dia. Com duas pessoas é possível fazer um bom atendimento ao cliente e toda a gestão da empresa. 

Em um cenário ideal, porém, existem alguns setores que podem ser ocupados por funcionários capacitados, como o caixa, atendente e auxiliar de limpeza. O gestor de uma sorveteria é o responsável por fazer o negócio funcionar nos bastidores, com contatos com fornecedores, compras e pagamentos.

  • 9. Invista em bons equipamentos

Se você quer saber como montar uma sorveteria pequena ou grande, vai precisar investir em bons equipamentos. Ainda que o porte do seu negócio influencia no valor que será gasto com esses itens essenciais, é importante que a qualidade seja uma prioridade para que a sua empresa cresça. 

Além de materiais e móveis de escritório, que poderão ocupar um espacinho pequeno mas necessário, fazem parte da lista de equipamentos para abrir uma sorveteria: balcão de atendimento, freezers e geladeiras onde ficaram os sorvetes, balança, batedeira industrial, mesas e cadeiras, além de embalagens para viagens.

  • 10. Escolha um bom software de gestão empresarial

Como montar uma loja de sorvete – e qualquer outro tipo de negócio – sem a ajuda de tecnologia para realizar uma boa gestão de negócio?

Pesquise o melhor sistema ERP (sigla em inglês para Enterprise Resourcing Planning — que, em português, pode ser traduzido como Planejamento de Recursos Empresariais) para o seu negócio. Um sistema ERP é um software de gestão integrada, como um programa de computador, que reúne e gerencia os processos de todas as áreas de uma empresa. 

Item de primeira necessidade, um bom software de gestão no caixa para registrar as vendas, também pode ser usado para a sua sorveteria ficar em dia com as pendências fiscais e gerenciar as folhas de pontos, contratação de funcionários, fluxo de caixa, controle de estoque.

  • 11. Divulgue o seu negócio

Se você pretende montar uma sorveteria com pouco dinheiro, não é preciso se desesperar quanto aos gastos com divulgação. Hoje existem caminhos que permitem que até mesmo um pequeno empreendimento seja facilmente encontrado por um número grande de clientes com a ajuda da internet e, mais especificamente, das redes sociais.

Um plano de marketing digital, por exemplo, demanda pouco ou nenhum investimento financeiro. Você pode pagar para impulsionar publicações ou fazer anúncios digitais em plataformas como o Google e o Facebook, mas a maioria dessas propagandas custa muito menos do que as tradicionais publicidades impressas.

Por outro lado, usar o seu espaço disponível na loja para divulgar o negócio também é uma solução. É possível fazer panfletos para distribuir pelo bairro e em outros estabelecimentos próximos. Além de detalhes como um plaquinha na calçada, em frente à sorveteria, convidando o cliente a entrar e provar um gelado. 

  • 12. Faça boas promoções

Na inauguração e em outros períodos depois que a sua sorveteria estiver aberta, use de boas promoções como uma boa estratégia para conquistar novos clientes e aumentar as vendas. Lembre-se apenas de se planejar com antecedência para oferecer descontos, afinal, é preciso ficar atento à realidade do seu fluxo de caixa. 

Não é preciso pensar em nada muito mirabolante. Brindes para clientes fiéis, por exemplo, podem ser dados com um cartão fidelidade: a cada compra, o consumidor ganha um carimbo e, quando chegar a 10 carimbos, pode ganhar um sorvete de graça, por exemplo. 

  • 13. Aceite diferentes formas de pagamento

Não tem como montar uma sorveteria sem aceitar diferentes formas de pagamento. Para qualquer tipo de negócio, hoje, os clientes já estão acostumados a terem pelo menos as opções de comprar com cartões de crédito ou débito além do dinheiro. Se você abrir mão disso na sua empresa, pode acabar perdendo vendas para a concorrência. 

Ter uma maquininha de cartão é uma realidade tanto para pessoas físicas quanto para empresas, e todo o processo pode ser descomplicado. Com a SumUp Top, por exemplo, você consegue receber os valores das vendas em até 1 dia útil diretamente na sua conta. Para a máquina funcionar é preciso apenas de um celular com conexão à internet!

  • 14. Crie estratégias para se diferenciar

Se o mercado é bom, a tendência é que muitos negócios sejam abertos. No caso das sorveterias, é importante criar estratégias para se diferenciar da concorrência. Algumas lojas do ramo escolhem, por exemplo, ter produtos próprios que podem ser levados para casa ou encantam o cliente ali mesmo na loja, como as casquinhas feitas na hora e os potes de 1 litro para viagem.

Para se destacar, além de produtos e serviços especiais, também podem ser feitas estratégias onlines, por exemplo, com uma boa presença em redes sociais e interação com o público-alvo para que a sua sorveteria seja reconhecida na cidade e tenha bastante movimento. Sabe aquela vontade de tomar um sorvete? Você quer que o consumir imediatamente pense no seu negócio!

  • 15. Esteja sempre atento às novidades do setor

Independentemente do mercado que um pequeno empreendedor decide entrar, é importante estar sempre atento às novidades. Em muitos setores, as mudanças acontecem com frequência e podem ser boas para o público.

Agora que os clientes têm quase tudo ao alcance de alguns cliques pelo celular, é importante não ficar para trás e se manter atualizado para satisfazer as expectativas dos consumidores. Neste caso, não vale ficar de fora das tendências de sabores de sorvetes, né?!

Ainda tem dúvidas sobre como montar uma sorveteria? Deixe o seu comentário!

Equipe Dono do Negócio

O Dono do Negócio é um blog feito pela SumUp para te ajudar a vender melhor.